Yom Yerushalim

0 comentários
Yom Yerushalim


No dia 24 de maio de 2017 foi celebrado o Jubileu de Ouro de Jerusalém, os 50 anos da reunificação histórica da eterna capital do povo judeu.

Yom Yerushalayim (Dia de Jerusalém) é um feriado nacional israelense instituído para comemorar o grande feito das forças IDF, que reunificaram a cidade em junho de 1967, na Guerra dos Seis Dias, reconquistando a parte que se encontrava em poder da Jordânia.

Normalmente, o Dia de Jerusalém é celebrado com orações e festividades. Este ano, marcando o Jubileu, além de uma sessão especial no Knesset, foi realizada uma grande variedade de eventos, como shows, concertos, festas de rua, exibição de audiovisual nas paredes da Cidade Velha e visitas guiadas em toda a cidade, incluindo uma recepção festiva na Torre de David, organizada pelo Prefeito de Jerusalém e sua esposa.

Jerusalém tem simbolizado por milhares de anos este vínculo especial espiritual existente no povo judeu. Durante séculos, nossos ancestrais rezaram olhando em sua direção, e sonharam, através de suas orações, em retornar novamente aos braços desta cidade.

O Rabinato Principal de Israel declarou o Dia de Jerusalém um feriado religioso para agradecer a Deus por nos dar respostas à antiga prece de mais de 2.000 anos, transmitida de geração em geração:

“L’Shana Ha’Baa B’Yerushalayim – No ano que vem em Jerusalém”